Meu Recanto.

Fascinar-se a cada amanhecer.

Textos

SEM NADA
                            Sem Nada
                            Diulinda Garcia
            Tropeço,                
          disperso-me,
           refaço-me
       e confiro os acertos.
       Suporto os efeitos,
       que a colisão deixou.
             Prossigo,
          e deparo-me  
          com o nada.
        É preciso aprender,
            sem nada
        aonde chegar.

Abstração/Diulinda Garcia.
Natal/RN
          
      
Diulinda Garcia de Medeiros
Enviado por Diulinda Garcia de Medeiros em 18/11/2007
Alterado em 01/05/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras