Meu Recanto.

Fascinar-se a cada amanhecer.

Textos

Fantasia Romântica
A gente se apaixona por alguém para depois descobrir que, parte do que amamos nele,são as diferenças existentes entre nós, e  que depois do casamento,começam a interferir na nossa fantasia romântica,mais ou menos como a fantasia de Lillian Hellman,a qual consiste no grande homem e na grande mulher marchando  juntos para o pôr- do -sol,lutando,praguejando,mas juntos e felizes para sempre.
Essa alusão à fantasia de Hellman,é para lembrar que ela foi apresentada como um fato ,não como ficção,fazendo com que acreditemos quando nos apaixonamos,que é possível ser feliz
para sempre no casamento,mesmo quando nos depararmos com o lado escuro do outro evidenciado pelas vicissitudes do cotidiano a dois.
No começo acha-se charmoso,excêntrico...depois perde a graça e torna-se inevitável o momento em que tudo é motivo para irritação e intolerância.Aí você encontra aquela amiga dos tempos da faculdade e desabafa:Jacinto não passa de um pão-duro,fuma,tosse,deixa cair migalhas no chão,comete exageros no trânsito,esquece as datas mais importantes e pra completar diz:"entre você e mim". Lembrou que sonhava casar com um gentleman, um linguista  com fluência em francês ou um famoso jogador de tênis...
Em breve o que restaria de um casamento que não resiste à lista de insatisfações,que se acumulam ,tornando insuportável o convívio conjugal?Há várias coisas que se pode fazer antes de pôr fim a um casamento que agoniza:comprar uma casa , ter um caso e ter um bebê,são as mais comuns.
Mas enquanto o movimento feminino evolui e antes que sobre apenas,um arranjo social( saiam juntos para os lugares,sorriam,mintam e posem de casal feliz, unidos pra sempre), você sai e deixa tudo pra ele,  levando apenas, seus pertences pessoais,seus discos e livros,exceto Cem anos de solidão, a pedido do próprio Jacinto.

Diulinda garcia
Natal,26/09/09
www.diulindagarcia.com
Diulinda Garcia de Medeiros
Enviado por Diulinda Garcia de Medeiros em 25/09/2009
Alterado em 17/03/2014
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras